HOME  |  CLASSIFICADOS   |  GUIA COMERCIAL   |  AGENDA   |  FOTOS   |  VÍDEOS   |  ANUNCIE AQUI

Confira 6 novos produtos da Realize Top lançados no mês de junho

Já estamos na metade do ano acredita? E queremos mostrar as novidades que pintaram por aqui durante o último mês. Por isso, confira 6 novos produtos da Realize Top lançados…

Confira 7 novidades de produtos da Realize Top do mês de Maio

O mês de junho já chegou e com ele vamos trazer as novidades que surgiram durante o mês passado. Mais uma vez lançamos produtos que foram solicitados por vocês, mas…

Salão de Beleza: 5 dicas de produtos para você vender e lucrar mais

Nas últimas duas décadas, o setor de cosméticos e beleza no Brasil veio crescendo a uma taxa anual de no mínimo 10%. De acordo com a Euromonitor Internacional, o Brasil…

10 motivos para você se apaixonar por produtos no Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados é comemorado em 12 de junho no Brasil. É muito comum, nesta data, a troca de cartões postais e presentes especiais, pelos casais que aproveitam para…

PVC transparente: um novo visual para seu cartão de visita!

O uso de cartões de visita com PVC transparente para a troca de contatos profissionais tem sido cada vez mais comum. Não é para menos, já que o material, com…

Embalagens criativas: inovar faz parte do sucesso!

Quando você compra um produto qualquer ou um lanche, ou quando ganha um presente, a primeira coisa que vê é a embalagem, certo? Então que tal investir em embalagens criativas…
Domingo, 04 Março 2018 12:40

Urbes terá app para transporte individual Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
  • Plataforma digital está sendo desenvolvida pela equipe da Urbes; lançamento está previsto para este ano - DIVULGAÇÃO

A Urbes -- Trânsito e Transportes afirma que, ainda neste ano, irá lançar o primeiro aplicativo municipal de transporte individual do País, o URBES. Assim como ocorre com apps como o Uber e o 99 Pop, motoristas seriam cadastrados na plataforma digital e pagariam uma taxa para a empresa pública de transportes. A taxa cobrada dos motoristas seria menor que a praticada no mercado e o app ainda contaria com um "botão do pânico". Motoristas por aplicativo e taxistas estariam sendo ouvidos pela equipe que elabora o aplicativo, porém demonstram cautela em relação à iniciativa. A Associação dos Taxistas de Sorocaba (Sorotaxi) vê no projeto uma priorização do transporte individual e ainda questiona a empresa fiscalizadora do transporte também oferecer o serviço. 

Segundo a Urbes, o aplicativo contará com motoristas cadastrados na Prefeitura de Sorocaba e os veículos terão que realizar inspeção veicular por organismos acreditados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), com o objetivo de garantir que a população seja atendida com qualidade e segurança. 

Além da promessa de taxas menores que as praticadas pelo mercado, o aplicativo municipal deve contar com um botão do pânico. O dispositivo servirá tanto para os passageiros quanto para os motoristas acionarem caso se sintam ameaçados de alguma forma. Este botão acionará um alarme na central de controle da Guarda Civil Municipal (GCM), que através do GPS localizará o chamado e tomará as medidas de segurança. 


Regulamentação do serviço motivou protestos de taxistas contrários ao serviço - ERICK PINHEIRO/ARQUIVO JCS (13/3/2017)Regulamentação do serviço motivou protestos de taxistas contrários ao serviço - ERICK PINHEIRO/ARQUIVO JCS (13/3/2017)


Para o presidente da Câmara de Vereadores de Sorocaba, Rodrigo Manga (DEM), o app será um pacificador entre taxistas e motoristas por aplicativo. Ele afirma que o Legislativo pretende acompanhar essa iniciativa. "Vai ser pioneiro", diz. O presidente da Associação de Sorocaba e Região dos Motoristas por Aplicativos Privados, Rogério Cruz, conta que a entidade está sendo consultada para a elaboração do aplicativo. Em termos de taxas, a proposta seria atrativa aos motoristas: tarifas de 10% sobre as corridas, enquanto a Uber demanda 25% e a 99 Pop 15%. "A gente entende que a chegada de um novo aplicativo soma, pois isso abrirá muito mais o mercado", diz. Contudo, afirma que ainda há cautela quanto à iniciativa e seu resultado final, especialmente se atenderá as demandas da categoria. 

Para o presidente do Sindicato dos Taxistas de Sorocaba, Antônio Rodrigues da Silva, um posicionamento da entidade quanto ao aplicativo só será possível quando a iniciativa estiver concretizada e avaliada pela categoria. Ele teria chegado a se reunir com a administração para opinar sobre a iniciativa, mas afirma que pretende ouvir os trabalhadores antes de dar um veredicto. "Aquilo for melhor para a categoria será feito", diz. Por enquanto, concentra-se em articular os termos da regulamentação municipal do transporte por aplicativos. 

Contradições 

Ter a empresa pública gerenciadora do transporte como possível concorrente e focando no transporte individual de passageiros causa estranheza para o presidente da Associação dos Taxistas de Sorocaba (Sorotaxi), Silvio Benedito de Sousa. Ele conta que esteve em reunião com a Urbes para falar sobre o assunto, mas não obteve ainda resposta concreta sobre o valor da tarifa das corridas, o que seria o ponto-chave para ele. 

O presidente da associação acredita que se o valor da tarifa for menor que o praticado pelos táxis, o aplicativo constituirá apenas mais um app concorrente para eles, uma vez que os taxistas operam dentro dos valores que lhes permitem arcar com os custos de operação. Custos estes, segundo ele, que seriam maiores aos taxistas que aos motoristas por aplicativos, por conta das obrigações fiscais e de documentação que cumprem. Ele observa que a própria Sorotaxi, e até federações do setor, já lançaram aplicativos próprios. "Não estamos deixando de trabalhar por falta de aplicativo, o problema é o preço", diz. 

Silvio questiona ainda o órgão que gerencia e fiscaliza o transporte no município também passar a oferecê-lo. "Vou fiscalizar um serviço que também estou prestando? É muito contraditório", diz. Para Silvio, a Urbes deveria priorizar o transporte coletivo. "Isso só mostra um caminho equivocado. A Urbes também prioriza o transporte individual em detrimento do coletivo", afirma. O Cruzeiro do Sul entrou em contato para a Urbes a respeito dos questionamentos feitos pelo presidente da Sorotaxi, mas de acordo com a assessoria de impresa, a empresa pública não se posicionaria a respeito de tais afirmações. 

Novas plataformas 


Rogério Cruz: abre mercado - EMÍDIO MARQUES/ARQUIVO JCS (26/2/2018)

Rogério Cruz: abre mercado - EMÍDIO MARQUES/ARQUIVO JCS (26/2/2018)


Buscar novos recursos para enfrentar os modernos desafios da mobilidade são vistos como pontos positivos do aplicativo para a professora de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Sorocaba (Uniso), Yara Baiardi. Ela aponta, no entanto, que é preciso pensar de forma mais abrangente em todos os modais, não somente nos carros. Para a especialista, o importante em termos de mobilidade não é excluir certos tipos de veículos. "O segredo está em você poder escolher o que é melhor para você naquele momento", afirma. 

A professora acredita que o tema merece ser discutido amplamente. "Acho que tem que ser debatido com a sociedade", diz.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Ler 89 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Músicas mais tocadas 2018

Desfile Beija Flor 2018

Paredão no BBB18

© 2018 Portal de Notícias Aqui Tem Tudo São Roque - Todos os direitos reservados